Sexta-feira, 30.04.10

“My Dearest,

 

I've missed you very, very much since that last night we were together, and will hold that night especially in my memories for years to come. I've been turning it over and over in my mind lately.


I've read your letter through at least four times, and will probably read it more times before I'm through. I've been sitting here, looking at your picture and getting more homesick every minute. I've wanted that picture more than anything else I know of, except, of course, you yourself.

I keep thinking of you, Darling, keep wishing I could be home with you. I want to leave in the worst possible way so I can come home to see you, but things don't look so good on that subject.

 

[…]

 

I've never been so lonesome in my life as I am right now. I'm completely lost without you, Darling. I never realized I could miss any one person so much. I just hope it won't be too much longer until I'm able to be with you again and live a sane and normal life.

 

 

 

[As minhas palavras secam na apatia que me consome mas o que sinto não desaparece.]

 

 


Estou: sem esperança
My Soundtrack: Stockholm Syndrome - Blink 182
tags: ,

publicado por Night_Angel às 20:50 | link do post | comentar | ver comentários (1)

Terça-feira, 12.05.09

Agarra-me. Aperta-me contra ti. Esconde-me do mundo.

Guarda-me para ti.

 

                          

 

 

 


Estou: ...frágil
My Soundtrack: Nickelback - Never Gonna Be alone

publicado por Night_Angel às 20:36 | link do post | comentar

Quarta-feira, 07.01.09

“Do not spoil what you have by desiring what you have not; remember that what you now have was once among the things you only hoped for.”

 

- Epicuro –

 

Perco-me em desejos ocos e egoístas porque penso que é isso que me trará a felicidade que ambiciono. Embrenho-me em objectivos vãos que me ofuscam o coração e esqueço-me…

 

Esqueço-me que alcancei o que um dia procurei.

 


Estou: a dar cabeçadas às paredes
My Soundtrack: Ronan Keating - When you say nothing at all

publicado por Night_Angel às 21:21 | link do post | comentar | ver comentários (2)

Segunda-feira, 05.01.09

Até que ponto devemos deixar que a nossa felicidade dependa de alguém? Há limites saudáveis que devamos manter?

Às vezes tenho vergonha de admitir que acho que todo o meu bem-estar actual se deve a uma pessoa. Tenho vergonha, parece desespero, não sei… mas a verdade é que se essa pessoa me falha, ou os planos que fazemos não correm como espero, tudo fica negro.

Não me considero uma pessoa desesperada em termos afectivos. Nunca tive muita sorte nesses campos, sou sincera, mas a minha família e aqueles amigos do peito sempre estiveram comigo (a maior parte das vezes, vá). Simplesmente, não é mesma coisa.

Preciso dele e ele faz-me feliz. Não é que queira estar sempre com ele, a todo o segundo (ainda não sou obsessiva). Só o pensamento dele, e de ele estar comigo, deixa-me feliz.

E isto assim parece bonito. “Fomos feitos um para o outro”, “Almas gémeas” e essas coisas, o pior é quando as correm menos bem… Quando eu tenho saudades e tu não podes estar comigo, quando temos de estudar, quando não nos vemos durante uma semana ou quando simplesmente temos uma discussão sobre o tempo, nessas ocasiões, nada parece bonito, porque o meu dia se torna noite, noite sem lua.

Portanto, até onde posso depender assim de alguém

e

como evito passar esse limite?

 

 

Era isso que gostava de saber hoje (para além de decorar aquelas formulas de Contabilidade que são capazes de me fazer jeito no exame amanhã =| )

 


Estou: =| exame
My Soundtrack: The Script - The Man Who Can't Be Moved

publicado por Night_Angel às 17:48 | link do post | comentar

Quarta-feira, 22.10.08

“So I will be travelling any place, ‘cause anywhere is better than here”

 

Fugir.

Era o que queria. Deixar tudo para trás. Esquecer-te. Libertar-me de uma vez de tudo o que me atormenta.

Aqui já nada faz sentido.

Por uma vez, apetece-me ser cobarde e não enfrentar nada.

Simplesmente fugir.

Embrenhar-me nas tuas memórias, viver em sonhos por concretizar, apenas porque é o mais fácil.

Por uma vez, apetece-me cair. Abandonar a caminhada e encostar o rosto no chão.

Parar de tentar e fugir…

 


Estou: com vontade de ser nada
My Soundtrack: Sick Puppies - Anywhere But Here
tags:

publicado por Night_Angel às 20:55 | link do post | comentar | ver comentários (4)

Domingo, 19.10.08

Às vezes só me apetece fechar os olhos e esquecer que tudo isto existe.

Às vezes só me apetece fingir que nada disto é real. Só me apetece encolher-me no meu canto a murmurar as letras das minhas músicas preferidas.

Às vezes só me apetece imaginar que estou completa, fazer de conta que não sinto esta ausência de qualquer coisa que não sei bem o que é.

Por vezes, só quero por a máscara e fazer toda a gente acreditar que está tudo bem.

Sei que me achas fraca por isso. Sei que pensas que não enfrento os meus problemas mas enganas-te.

Eu enfrento-os, sim, simplesmente travo as minhas batalhas cá dentro. E podes achar disso o que quiseres, porque nada do que digas interessa.

Tão depressa estás aqui como me ignoras, não aguento a inconstância e não suporto estar assim.

Às vezes, só quero acreditar que te vou esquecer e ser feliz longe deste sitio. Porque na verdade, já não quero estar aqui, na verdade acho que já não te quero perto de mim, apesar de sentir o vazio inundar-me cada vez que penso em desistir de ti.

E sinto-me presa, presa entre o desejo de te ter perto e a racionalidade que era afastar-te. Nada faz sentido agora, não sei para onde ir limito-me a ver tudo passar sem nada poder mudar e só queria que tudo parasse, que as memórias se apagassem e que, simplesmente, tudo recomeçasse.

 


My Soundtrack: One Republic - Goodbye Apathy
tags:

publicado por Night_Angel às 21:53 | link do post | comentar | ver comentários (3)

Segunda-feira, 13.10.08

Eu sei que não sou perfeita. Nunca fui e por mais que tente sei que nunca serei.

Eu sei que não sou como elas. Sei que quando entro numa sala os olhares não se focam em mim, sei que nunca foi nem nunca será assim.

Eu sei que por mais que sofra nada disso mudará.

Admito que há coisas em mim que ficam aquém, mas não permito que me tracem a linha onde nunca chegarei.

Só eu sei do que sou capaz, só eu sei o que posso ou não alcançar e sinceramente te digo: o mais fácil que terei na vida é fazer com que esfregues essa cara na lama suja do chão que piso.

 

[ porque há coisas que me irritam}

 

 


Estou: há gente estupida
tags:

publicado por Night_Angel às 21:08 | link do post | comentar | ver comentários (3)

Sexta-feira, 26.09.08

 

 

 

 

…Simplesmente esmoreço.


Estou: lá no fundinho =[
My Soundtrack: Creep - Radiohead
tags:

publicado por Night_Angel às 18:07 | link do post | comentar | ver comentários (6)

Segunda-feira, 22.09.08

“Have you ever been in love?

 

Horrible isn't it?

 

It makes you so vulnerable. It opens your chest and it opens up your heart and it means that someone can get inside you and mess you up.

 

You build up all these defenses, you build up a whole suit of armor, so that nothing can hurt you, then one stupid person, no different from any other stupid person, wanders into your stupid life...You give them a piece of you. They didn't ask for it. They did something dumb one day, like kiss you or smile at you, and then your life isn't your own anymore.

 

Love takes hostages.

 

It gets inside you.

 

It eats you out and leaves you crying in the darkness, so simple a phrase like 'maybe we should be just friends' turns into a glass splinter working its way into your heart.

 

It hurts.

 

Not just in the imagination.

 

Not just in the mind.

 

It's a soul-hurt, a real gets-inside-you-and-rips-you-apart pain.

 

I hate love.”

 

 

- Neil Gaiman –

 

 

 

Subscrevo completamente tudo o acima disposto.

 

mas quero voltar a estar contigo…

 


Estou: a perder.me
My Soundtrack: The Scientist - Coldplay

publicado por Night_Angel às 18:29 | link do post | comentar | ver comentários (3)

Domingo, 21.09.08

Hoje estive a pensar.

 

A pensar em tudo…

…A pensar em nada.

 

Dei por mim a divagar para ti, tu que foste o meu porto de abrigo durante a tempestade.

 

Relembro o que fomos (uma vez mais). Como tenho saudades de ter braços onde me enrolar, de ter lábios onde me perder, de ter mão a me prender.

 

E penso no que somos agora, nada mais que duas ilhas perdidas, separadas por um mar sombrio e profundo.

 

Tentámos mutuamente ignorar a existência um do outro mas, por vezes, ainda consigo distinguir o teu olhar através da neblina espessa. E nesse teu olhar, que julgava esquecido na minha mente, reconheço a dor e a solidão que antes te caracterizavam. Eu vejo esse teu sofrimento, é quase tangível cada vez que os nossos corpos passam juntos um do outro, por obra do acaso, nos corredores e nas salas dos locais que ainda partilhamos. E essa dor invade-me. Incapacita-me quase tanto como a ti. Tolda-me os pensamentos, faz-me querer estar lá para ti, faz-me ter vontade de te ouvir, de saber o que se passa, de te ajudar.

 

Mas como ilhas perdidas que somos, afastámo-nos tanto que já não sabemos de onde viemos ou como viemos aqui ter. Eu, pelo menos, não sei o caminho de volta…

Talvez devesse falar contigo sem pensar nas consequências. Perguntar-te simplesmente para onde te fugiu o sorriso.

 

Inconscientemente, imagino a resposta e penso no que podes pensar de mim.

E tenho medo.

 

Tenho um medo inexplicável.

 

Neste momento, ainda vivo na ilusão de que poderemos vir a ser amigos. Se esgotar esta possibilidade fico com nada.

 

Mas…

Ver-te sofrer sem nada fazer deixa-me sem ar.

 

.

.

.

.

.

 

E fico encalhada.

 


Estou: encalhada num vazio
My Soundtrack: Diecast - Nothing I Could Say
tags:

publicado por Night_Angel às 13:56 | link do post | comentar | ver comentários (3)

MiM
Agosto 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


posts recentes

when words escape me

Hoje é um daqueles dias e...

[reflexão]

#divagações

Anywhere But Here

Às Vezes...

...

E depois...

I hate still being in lov...

...Divagações

arquivos

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Junho 2009

Maio 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

tags

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds